segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Massa com feijão e entrecosto na brasa

A massa meada é mais umas das minhas recordações de infância sem dúvida! Principalmente do tempo em que não vivia ainda cá em Portugal e quando aparecia lá em casa....Era uma festa.... O meu pai vinha cá de visita muitas vezes e claro chegava sempre a casa com massa meada, broa de milho entre outras coisas que já não me recordo muito bem,  mas que seriam boas com certeza!
Lembro-me que teria 4 ou 5 anos e como futura cozinheira que pretendia ser.....consegui  "desviar" alguma massa e coloquei-a na minha panelinha tão querida e tão branquinha (do meu serviço das bonecas) junto com broa de milho e um pouco de água, para criar molho, evidentemente! (Hehehe). Coloquei o testo! (já que a minha mãe ralhava com as minhas irmãs, sempre que cozinhavam  e não colocavam os respectivos testos nos tachos, coisa que ainda hoje predomina....) EU...COLOQUEI!!!
A minha mãe iria com certeza ficar orgulhosa das minhas "Migas com massa/Massa com migas "ou lá ou que era! Estava lá tudo!!! Aaah...Nem me esqueci de pôr umas areias de sal!!!!
Em França, nos anos 70, o aquecimento central ainda deixava muito a desejar! Era arcaico, mas era eficiente! Uma espécie de meia-caldeira que se encontrava no meio da sala/cozinha funcionando a gasóleo e possuindo umas placas especiais para se poder cozinhar em cima, ou pelos menos aquecer água!
E do alto da minha tenra idade, agarro na minha preciosa panelinha e coloco em cima da bendita caldeira!
Feliz! Pelo regresso do meu pai! Feliz pelos ingredientes que estavam na panelinha! E muito feliz que com certeza seria uma refeição para memória futura!!!!
Upssss! Pouco tempo depois, começou-se a sentir um cheiro de plástico queimado e pão torrado....
A minha rica panelinha estava toda derretida...E as minha iguarias espalhadas e irrecuperáveis!
Entrei em pânico! Julguei que a minha mãe ía acabar comigo, naquele preciso momento!!!! Felizmente (aliás como sempre aconteceu até ao fim dos seus dias) o meu pai correu logo em auxílio da sua 4ª bonequinha, que era a que estava sempre por perto, por ser a mais pequena! E tentou acalmar a minha mãe que era um autêntico general e que estava uma fera comigo!!!! Dizendo que não se podia considerar aquilo um desperdício! Uffa! Foi por um triz! Hehehe!
E mais a mais quem ficou de prejuízo fui eu!!!! Fiquei sem a minha rica panelinha!
É incrível como este episódio ficou marcado na minha memória! Lembro-me dos detalhes, dos cheiros....! De tudo!
Então sempre que faço esta massa....Não posso deixar de sorrir....
é uma receita muito simples e bastante saudável!


                                                    Receita:

                             Entrecosto q.b. para grelhar na brasa (ou no grelhador)
                             Feijão vermelho préviamente cozido
                             Massa meada q.b.


Demolhar o feijão de véspera em bastante água.
No dia seguinte, cozer o feijão e aproveitar a água. (Pode-se utilizar feijão em lata, mas tem o inconveniente de não se poder a proveitar a água da cozedura.)
Fazer um refogado leve com uma cebola média e um dente de alho e folhinha de louro.
Refogar um pouco o feijão e ir juntando a água aos poucos na quantidade pretendida para a massa a fazer.
Não vos posso precisar as medidas porque são feitas a olho e adaptadas às minhas panelas e necessidades!
Mas julgo que acontece o mesmo com toda a gente, certo?
Entretanto salgar o entrecosto minutos antes e grelhar em cima da grelha já bem quente!
E é assim que se almoça ás vezes por cá.....












16 comentários:

paty disse...

Que bela refeição amiga, bem ao meu gosto :)) O entrecosto na brasa deve ficar uma delícia mesmo, o que eu não dava para lhe por o dente, eheheheh.
Beijinho e boa semana!

Margarida disse...

Irene... Minha querida amiga... saudades de deixar aqui um comentario... olha que essse teu entrecosto com essas massinha e feijao é uma bela sugestao para a janta lá de casa!!!!

Que aspecto delicioso!!!

Beijocas

Natércia disse...

Irene, podes crer que é uma comida que dá saúde e faz crescer e não faz mal pelo contrário é muito bom gostei muito...um beijinho.

Sandra Batista disse...

Um prato bem reconfortante, super apetitoso!
Beijinho

Luisa Alexandra ♥ disse...

É muito bom associarmos uma receita a uma lembrança de infância!
Gostei imenso da tua sugestão, está mesmo apetitosa.

Alice disse...

Irene, as tuas memórias já me deixaram aqui a rir sozinha, imagino a tua panelinha toda esturricada a cheirar a plástico queimado e as belas "migas" todas espalhadas! As coisas que as crianças inventam!!!:D
Tão bom quando um determinado prato nos traz à memória essas recordações de infância, parece que até ganham vida novamente!
E que belo prato este, bem composto e apetitoso!
Beijinhos e boa semana:)

Ginja disse...

Tão giro esse episódio. É engraçado como nos lembramos tão bem de certas coisas e cheiros.
E esta massinha está memso pronta a comer :)
Um beijinho.

Sofia.Lopez disse...

Olá Irene,
Que história engraçada, belas memórias...gostei muito de ler e de saber que acabou tudo bem!! Vejo também que o teu gosto por cozinha se revelou bem cedo...eu também fazia umas sopas com água, terra, pedras (=batatas) e ervas (=couves)...bons tempos :))

Esta sugestão está com um ar mesmo delicioso, gostei muito!!
Obrigada por partilhares, tanto a receita como as tuas memórias :)
Beijinho e boa semana

Xana disse...

É daqueles pratos reconfortantes... K belo aspecto :)
um beijo

Andréa disse...

OLÁ IRENE,
UMA MASSA COM ESTES INGREDIENTES FICA IRRESISTÍVEL, UMA DELÍCIA, GOSTEI MUITO DA SUGESTÃO COM FEIJÃO!

TENHA UMA ÓTIMA SEMANA!
BJS..♥

Trini Altea disse...

Mmmmmmmmmm que rico!!!

Un saludo desde Almeria

Cauê disse...

isto sim é comida!!!! ahhh que delicia

Ilda Pinho disse...

Esta refeição é tão reconfortante, adorei!
Beijinhos.

claudia disse...

Que delicia de entrecosto :) adoro

Beijinhos

Fimère disse...

c'est originale avec les haricots, vous avez dû vous régaler
bonne journée

Shapalmas disse...

Hummm...que delícia...faz muito tempo que não como essa mistura...
Quando era pequena sempre ouvia dizer que macarrão e feijão não combinavam,mas como não comia macarrão e feijão não podia me faltar,pra mim era a melhor maneira de comer,e com esse entrecosto então...tudo de bom!!!Além de me fazer voltar ao tempo me deu água na boca...rss

Beijinhos

Sharon
http://viramexeefaz.blogspot.com/

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...